VideoBar

Este conteúdo ainda não está disponível por conexões criptografadas.

terça-feira, 29 de setembro de 2015

E.E. ANTONIO FONTANA

Ler para compreender e argumentar...

A professora Soninha em parceria com a sala de Leitura oportunizou situações de leitura compartilhadas com os alunos do EM com o objetivo de produzir textos argumentativos sobre o tema da maioridade penal. Vale a pena conferir o resultado sobre dois posicionamentos distintos dos alunos Fábio A. Arcanjo e Gabriel da S. Klein do 1º EM A....

Educar é melhor do que punir

Um tema muito discutido atualmente foi a votação para  a implantação do projeto de redução da maioridade penal para jovens maiores de 16 anos que cometem crimes hediondos em nosso país.
As crianças e adolescentes serão o futuro de nossa geração e, para termos uma boa geração formada por cidadãos do bem, precisamos proteger e educar, ao invés de punir, para que o jovem tenha uma boa base em nossa sociedade. A redução da maioridade não diminuirá a violência em nosso país. Segundo pesquisas, 90% dos crimes ocorridos no Brasil são cometidos por cidadãos maiores de 18 anos.
O sistema prisional brasileiro é caótico e com a redução da maioridade penal, agravaria a atual situação prisional do país. Segundo o levantamento do jornal “Zero Hora”, caso seja aprovada, o sistema prisional do RS teria o acréscimo de 1,4 mil detentos.
Adolescentes infratores  precisam de locais apropriados, com direito a educação, serviços sociais e atividades culturais.
Ao invés de punir os jovens dentro de uma prisão, junto com criminosos de alta periculosidade, onde as prisões se transformam em locais de recrutamento para o crime, seria mais confiável e positivo investir em educação e melhores condições de vida.
Portanto, colocar menores em prisões em situações precárias não seria a melhor alternativa para acabar com a violência e a impunidade em nosso país.

Fábio Augusto Arcanjo
1º ano do E.M.


Redução da Maioridade Penal : Chega de impunidade!

Um dos temas mais discutidos no Brasil atualmente é a redução da maioridade penal, que ainda é um projeto de Emenda à Constituição e caso  seja aprovado se tornará lei.
Pesquisas mostram que 43,3% dos menores infratores são reincidentes, ou seja, voltam a cometer crimes. Se deixar o jovem infrator livre, com certeza, ele voltará a criminalidade.
O jovem tem que ser punido desde cedo. A primeira punição sendo severa, pode fazer com que ele reflita e saia da vida do crime.
Se o menor tem capacidade de matar, sequestrar e estuprar, tem que ser tratado como bandido e ser preso.
O governo deveria criar projetos sociais para tirar os jovens de 12 a 16 anos da rua, antes que seja “tarde” e os menores entrem na criminalidade podendo acontecer o  pior.
Portanto, o Projeto de Emenda à Constituição tem que ser implantado o quanto antes. Não podemos deixar de lado um assunto tão importante.

   Gabriel da Silva Klein
1º ano do E.M.

quarta-feira, 16 de setembro de 2015

E.E. ANTONIO FONTANA

A situação de ensino e aprendizagem a seguir é parte integrante da II Mostra de Vídeo e Podcasts: Mediação e Linguagem/2015. Uma parceria entre a Coordenação, Sala de Leitura. alunos e professores da disciplina de Língua Portuguesa.


Confira...

sexta-feira, 11 de setembro de 2015

E.E. ANTONIO FONTANA

GEOGRAFIA

A professora Priscila responsável pela disciplina de Geografia vem desenvolvendo com os alunos do EF e Médio a orientação de pesquisas pelo recurso da informática. Tal situação reflete em um ensino e aprendizagem significativo e aprendente fora do espaço trivial de aulas...





E.E. ANTONIO FONTANA

Atuando em parceria com os professores orientadores de sala a coordenação pedagógica vem realizando as Assembleias com os alunos. O objetivo é oportunizar um diálogo que priorize o avanço produtivo do ensino e aprendizagem e também a resolução de conflitos pela parceria dialógica...

Confira uma Assembléia com os alunos do 2º EM em parceria com a professora Jaqueline





E.E. ANTONIO FONTANA
INFORMA
Em parceria com a sala de leitura e gestão pedagógica, a Profª Soninha de Língua Portuguesa vem oportunizando situações de leitura compartilhada com os alunos do 1º e 2º EM. Uma ação de ensino e aprendizagem que dinamizam a competência leitora norteada pelas Orientações Curriculares...









quarta-feira, 9 de setembro de 2015

E.E. ANTONIO FONTANA

SALA DE LEITURA

A sala de leitura em nossa escola é mais que um espaço de empréstimo de livros. É um ambiente de disseminação do ensino e aprendizagem dos comportamentos leitores...

Confira...












E.E. ANTONIO FONTANA

O professor Kleber da disciplina de Arte oportunizou aos alunos do 3º EM A uma situação de aprendizagem com o recurso da fotografia. Todos tiveram a oportunidade de explicitarem os "seus olhares" sobre o cotidiano de Frutal do Campo...

Confira...